Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  ONU apresenta ambiente de votação do Troféu Especial de Imprensa

  25/08/2008

Numa pequena e simbólica cerimônia - que contou com a presença de Clarice Herzog, viúva de Vlado, e do jornalista e vice-presidente da Associação Brasileira de Imprensa, Audálio Dantas - no salão da Capela do Colégio Sion, neste domingo, 24, foi apresentado o ambiente de votação (clique aqui e veja como será o processo de escolha) do Troféu Especial de Imprensa ONU: 60 Anos da Declaração/Prêmios Vladimir Herzog – prêmio que será concedido, uma única vez, a cinco jornalistas brasileiros agraciados nos últimos 30 anos pelo Prêmio Vladimir Herzog de Direitos Humanos

“Nossa idéia com esse prêmio é homenagear esses vários jornalistas que ao longo de todos esses anos se debruçaram na defesa dos direitos humanos, na luta pela democracia. Não há justiça sem lembrar o que aconteceu no passado”, afirma o diretor do Centro de Informação para as Nações Unidas no Brasil, Giancarlo Summa.
 
A escolha dos profissionais que mais se destacaram nos últimos anos na cobertura dos direitos humanos no Brasil deverá ser feita até o dia 22 de setembro por um júri composto pelos próprios comunicadores que já receberam o Prêmio Vladimir Herzog. “A novidade é que os ganhadores serão escolhidos por seus pares. Quem vota, também poderá ser votado”, explica o diretor da OBORÉ, Sérgio Gomes, que foi convidado por Giancarlo Summa a pensar essa proposta em parceria com a ONU.

O Troféu Especial é outra novidade. Criado por Elifas Andreato, o prêmio trará um Vlado vitorioso, capaz de retratar a vitória da luta daqueles que foram calados durante o regime militar. “Vou me dedicar a perpetuar essa imagem da vitória de Vlado. Pois assim homenageio também a minha geração”, disse o artista em uma mensagem exibida aos convidados durante a cerimônia de domingo. A escolha de Elifas Andreato para pensar e fazer este troféu não foi aleatória. Em 1981, cópias em serigrafia de uma tela do artista constituíram a premiação do Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

Para coroar as atividades do dia, o concerto Holocaustis, apresentado pelo Coral Luther King e Orquestra de Câmera Jardim Harmônico, sob regência do maestro ítalo-brasileiro Martinho Lutero Galatti fez uma homenagem ao jornalista Vladimir Herzog. “Já perdemos a conta de quantas vezes já homenageamos Vlado e vamos homenageá-lo quantas mais for preciso. É importante relembrar o que aconteceu. É um prazer, um dever e uma obrigação fazermos isso”, fala o maestro Martinho Lutero. “Essa é uma homenagem pelas torturas que ele sofreu durante aquele período. Foi uma vida interrompida, uma trajetória, uma história”, complementa.
 
O Troféu Especial de Imprensa ONU: 60 Anos da Declaração/Prêmios Vladimir Herzog faz parte das atividades das Nações Unidas em comemoração ao 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos. O prêmio será entregue no dia 27 de outubro de 2008, aos cinco jornalistas brasileiros que mais se destacaram na cobertura dos direitos humanos no Brasil.

Além do troféu, o Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil decidiu reunir e disponibilizar ao público em geral todas as matérias premiadas no Vladimir Herzog ao longo destas três décadas. “São duas iniciativas destinadas ao reconhecimento do papel decisivo dos jornalistas e da imprensa na conquista da democracia e na defesa dos direitos humanos no País”, diz o documento da ONU encaminhado aos jornalistas que conquistaram o Prêmio Vladimir Herzog. O material estará disponível em um site que será lançado no dia 10 de dezembro de 2008 – data do 60º aniversário da Declaração, como forma de democratizar, de maneira permanente, o acesso a esse precioso acervo da história brasileira.

Essas iniciativas vêm sendo elaboradas e trabalhadas desde março, quando a OBORÉ foi desafiada a uma parceria ativa e criativa nessa jornada. De lá para cá foram inúmeras reuniões de trabalho e de articulação com entidades e personalidades parceiras. Hoje, mais de uma dezena de entidades e personalidades apóiam essa iniciativa. São elas: Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR); Comissão Organizadora do 30º Prêmio Vladimir Herzog – formada pelo Sindicato dos Jornalistas; Associação Brasileira de Imprensa (ABI); Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de S. Paulo; Ordem dos Advogados do Brasil/ Seção de São Paulo (OAB/SP); Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ); Ouvidoria das Polícias de São Paulo; Fórum dos ex-Presos e Perseguidos Políticos; Família Herzog –, Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo; Fundação Padre Anchieta; Universidade Federal do Rio de Janeiro; Comunidade Coral Luther King; Elifas Andreato e Maxpress.

 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 | (11) 99320.0068 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online