Segunda-feira, 24 de Julho de 2017 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Com festa na Praça, jornalistas, amigos e familiares de Vladimir Herzog comemoram os 80 anos de nascimento do jornalista
Ruam Oliveira | OBORÉ
  03/07/2017

Mais de 70 pessoas compareceram ao evento que celebrou a vida de Vlado. Foto: Ruam Oliveira / OBORÉ


A praça que leva o nome do jornalista Vladimir Herzog, brutalmente assassinado pela ditadura militar em 25 de outubro de 1975, esteve em festa no sábado, 24/06.

Em comemoração aos 80 anos de nascimento do Vlado – como era conhecido pelos colegas – estudantes, artistas, amigos e familiares se reuniram na Praça, localizada na esquina da Rua Santo Antônio com a Praça da Bandeira, quarteirão da Câmara Municipal de São Paulo, para uma celebração à vida de Herzog.

O evento foi articulado pelo jornalista e diretor da OBORÉ, Sérgio Gomes, que tratou de reunir entidades e personalidades ligadas a defesa dos direitos Humanos. Entre os presentes estavam o teólogo Leonardo Boff, vindo a São Paulo para lançar quatro novas obras, Ivo Herzog, filho de Vlado, e Clarice Herzog, ex-mulher do jornalista.

“O Vladimir Herzog é uma referência simbólica de alguém que foi vítima da repressão (...) Estamos em uma situação semelhante hoje e devemos ter a mesma coragem que ele [teve] e não nos resignarmos”, disse Boff. O teólogo apontou que é preciso buscar alternativas “que honrem a memória dele [Herzog]” e deixem o país “orgulhoso de si mesmo”.

Audálio Dantas, que era presidente do Sindicato dos Jornalistas no Estado de São Paulo (SJSP) quando ocorreu o assassinato e que foi peça chave pna investigação também estava presente e relembrou momentos daquele dia 25 de Outubro.

A ocasião também serviu para o batismo da banca de jornais que passará a ser chamada “Banca Jornalista Vladimir Herzog”. Audálio ressaltou que a reunião não serviu apenas para inaugurar um novo nome para a banca, mas para, principalmente, festejar a vida do Vlado.

O evento também contou com música ao vivo, executada pelos músicos Toninho Carrasqueira, flautista e professor da USP e Emiliano de Castro, músico e compositor.
 
#SP64 e Vladimir Herzog antes de 1975

Na mesma manhã de sábado foi lançado o aplicativo #SP64, que aponta, por meio de geolocalização, locais de São Paulo que possuem ligação com a ditadura.

A graduanda em Jornalismo Caroline Simões lançou um pequeno livreto intitulado “A história não contada do jornalista Vladimir Herzog”. O texto apresenta produções jornalísticas do Vlado antes de sua morte e traz mostras de seu trabalho como repórter. 

Confira a repercussão do evento em outros veículos: 
 

Vlado 80 Anos na Praça Memorial Vladimir Herzog (Instituto Vladimir Herzog)

Homenagem aos 80 anos de Vlado (TV Gazeta)

Comemorações dos 80 anos de Vladimir Herzog começaram neste sábado (Rádio CBN)


 

 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online