Sábado, 21 de Julho de 2018 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  SP celebra Dia da Luta Operária e homenageia escritor e ativista político José Luiz Del Roio

  06/07/2018



Pelo segundo ano consecutivo a cidade de São Paulo comemorará o Dia da Luta Operária – 9 de Julho –,  uma referência à greve de 1917, considerada a primeira paralisação geral de trabalhadores no Brasil.
 
Em 2018, além do ato político em memória do protesto de 101 anos atrás, haverá uma homenagem ao escritor e ativista político José Luiz Del Roio. Por iniciativa do vereador Antonio Donato a Câmara Municipal concederá a ele a Medalha Anchieta e o Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo, por sua história de vida dedicada à organização e defesa do movimento operário brasileiro.
 
Nascido em São Paulo, Del Roio começou a atuar desde jovem no Partido Comunista Brasileiro (PCB), ajudando a organizar entidades estudantis e sindicatos operários. Depois do golpe militar de 1964 resolve, juntamente com outros militantes (como Carlos Marighella) fundar a Ação Libertadora Nacional (ALN).
 
Viveu em Cuba, Peru e Chile, até se fixar na Europa. Foi um dos responsáveis pela retirada do Brasil de importantes documentos e acervos do PCB, incluindo a biblioteca de Astrojildo Pereira, contendo jornais, livros, revistas das primeiras décadas do século XX do movimento operário brasileiro. O material foi recolhido e em uma operação secreta e levado para Milão, na Itália. Após a redemocratização todo o acervo retornou ao Brasil. Del Roio também é cidadão italiano e em 2006 elegeu-se senador naquele país. Foi, ainda, membro do Conselho da Europa. Autor de vários livros, Del Roio escreveu “A Greve de 1917 – Os trabalhadores entram em cena”
 
O Dia da Luta Operária foi criado por lei (nº 16.634/17) de autoria do vereador Donato e é comemorado no dia 9 de julho em homenagem ao sapateiro anarquista sindicalista José Martinez. Nesta data, em 2017, ele participava da greve que tomava conta de várias fábricas no Brás quando foi baleado pela polícia, que reprimia o movimento. Sua morte dias depois, em consequência do ferimento, revoltou os operários e impulsionou a greve, que parou São Paulo e se alastrou para cidades do interior e de outros estados. Martinez é considerado mártir da paralisação.
 
O ato político e a entrega da honraria a José Luiz Del Roio será no dia 9 de julho de 2018, às 10 horas, na Rua do Bucolismo, 81, Brás, endereço do antigo Moinho Matarazzo, local em que Martinez foi baleado.

 

Confirme presença em evento no Facebook

 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online