Quinta-feira, 22 de Junho de 2017 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Rádios Comunitárias e Saúde
Terlânia Bruno
  16/09/2005


No Parque Júlio Fracalanza, os participantes da primeira oficina. Encontros prosseguem semanalmente até 25 de novembro
Representantes dos serviços de saúde e de rádios comunitárias de  Guarulhos (SP) se reuniram na manhã desta sexta (16) na primeira oficina do Projeto Comunicação, Saúde e Comunidade: a Contribuição das Rádios Comunitárias. Promovido pela Secretaria de Gestão Participativa do Ministério da Saúde e realizado pela Secretaria Municipal de Guarulhos, o projeto será desenvolvido em 13 oficinas que acontecerão semanalmente de 16 de setembro a 25 de novembro. 



O projeto, que tem Coordenação Técnica da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo, através de seu Departamento de Medicina Preventiva, Hemeroteca Sindical Brasileira e OBORÉ Projetos Especiais, visa aproximar os comunicadores às equipes de saúde do município através de temas e discussões que dizem respeito à saúde pública e às políticas de saúde que estão sendo desenvolvidas em Guarulhos através da Secretaria Municipal da Saúde.

Neste primeiro encontro, o médico Luiz Carlos Meneguetti, funcionário da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e de Barueri, um dos coordenadores das oficinas, explicou aos cerca de 70 participantes como o projeto foi construído destacando que o objetivo é "relacionar os conhecimentos e fazer com que se estabeleçam relações entre os serviços de saúde e as rádios comunitárias".

Além de Meneguetti, integram a equipe de coordenação: Ana Luiza Zaniboni, jornalista, diretora da OBORÉ; Marina Ruiz de Matos, socióloga, pesquisadora científica da Sucen, professora da Unifesp; João Batista de Freitas, enfermeiro, professor na graduação e pós-graduação da Uninove e na pós-graduação da Uniban; Margaret Dominguez, socióloga, pesquisadora na Secretaria de Estado da Saúde e pesquisadora autônoma na área de Saúde Pública.

Rádio comunitária é essencial

O projeto foi lançado oficialmente pelo Ministério da Saúde e Secretaria Municipal da Saúde de Guarulhos na noite desta quarta (15), no Anfiteatro da Secretaria Municipal de Saúde, com a presença do Secretário de Saúde do município, Paulo Capucci, da representante da Secretaria de Gestão Participativa do Ministério da Saúde, Jacinta Senna da Silva, Luiz Carlos Meneguetti, Marina Ruiz de Matos, e o jornalista Sergio Gomes, diretor da OBORÉ. Cerca de 40 profissionais da saúde participaram da cerimônia.

O Secretário Capucci afirmou: "A iniciativa é um marco importante na estratégia de trabalhar a promoção da saúde que tem na comunicação em saúde um dos pilares desse esforço". De acordo com ele, a ação junto às rádios comunitárias associada ao Programa de Saúde da Família, permitirá discutir a questão da saúde de forma territorializada e descobrir o que acontece numa determinada localidade que faz com que as pessoas fiquem mais saudáveis ou mais doentes. "E, ao mesmo tempo, possibilita informar a população sobre campanhas de vacinação, controle de zoonoses, campanha da dengue. O recurso das rádios comunitárias aqui em Guarulhos é essencial". Guarulhos, com um milhão e 200 mil habitantes, tem uma única emissora comercial, a Rádio Imprensa.

Os encontros acontecem sempre das 8 às 12 horas, no Centro de Formação de Educação Parque Júlio Fracalanza - Rua Joaquim Miranda, 471 - Vila Augusta - Guarulhos.

 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online