Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  ´´Atenção à Saúde´´ é tema de oficina em Guarulhos
Giovanna Modé
  30/09/2005

"Atenção à Saúde" foi o tema da 3ª oficina do projeto "Comunicação, Saúde e Comunidade: 
Participantes discutem problemas mais frequentes na atenção à saúde, tema central do encontro; radialistas apontam reclamações mais freqüentes dos ouvintes
contribuição das rádios comunitárias", promovido pela Secretaria de Gestão Participativa do Ministério da Saúde e pela Secretaria Municipal de Saúde de Guarulhos, com coordenação técnica do Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, Hemeroteca Sindical Brasileira e OBORÉ.  O encontro aconteceu nesta manhã e reuniu 52 participantes, entre funcionários dos serviços municipais de saúde e radialistas.

A partir de material de apoio, os participantes foram convidados a levantar os principais problemas em relação ao tema central, "atenção à saúde" e, ainda, sugerir como as rádios comunitárias poderiam ajudar a melhorá-los.

Seguindo a proposta, os radialistas presentes elencaram diversas reclamações constantemente citadas por seus ouvintes, como longas esperas para o atendimento, consultas muito rápidas e pouco atenciosas no pronto-socorro e a falta de médicos nas unidades básicas de saúde.

Os funcionários da área da saúde não deixaram de contribuir, sugerindo formas de os comunicadores ajudarem na diminuição dos problemas que eles mesmos levantaram. "A emissora pode informar, por exemplo, que serviços são oferecidos por cada unidade, para que o paciente não fique percorrendo toda a cidade em busca de um ortopedista, por exemplo", concluiu um dos grupos de trabalho.

Outro, sugeriu que as rádios privilegiassem dicas sobre prevenção de doenças e, além disso, esclarecesse sobre os horários de agendamento de consulta, duração das consultas e informasse ainda sobre os documentos necessários. "A falta de informação gera frustração tanto do lado dos pacientes como do lado dos funcionários do SUS", destacou um dos grupos.

Os participantes também elegeram os temas que serão trabalhados ao longo dos últimos encontros. Além das oficinas gerais sobre sistema de saúde e comunicação, estão previstos oito encontros específicos sobre doenças. Os três primeiros serão sobre AIDS, tuberculose e hipertensão. Os participantes foram convidados a escolher os temas das outras cinco. De acordo com a eleição, serão os seguintes: saúde da mulher e gravidez na adolescência; diabetes; álcool, drogas e  tabagismo; saúde infantil;  e SUS novamente para finalizar o processo.

 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online